Josh Phillips

Josh Phillips

Joshua Earl Patrick “Josh” Phillips (nascido em 17 de março de 1984) é um assassino condenado americano de Jacksonville, Flórida. Ele foi condenado em julho de 1999 por assassinar Maddie Clifton, uma vizinha de 8 anos, em novembro de 1998, aos 14 anos de idade. Atualmente está cumprindo pena de prisão sem liberdade condicional. O assassinato foi objeto de cobertura televisiva nacional, incluindo um documentário de 48 Horas intitulado “Por que Josh matou?”

O desaparecimento

Em 3 de novembro de 1998, Maddie Clifton desapareceu. O primeiro suspeito chamado no caso foi o vizinho Larry Grisham. Grisham havia sido preso duas vezes no passado, duas vezes entre 15 e 20 anos antes, em casos de crime sexual, mas em ambos os incidentes, as acusações foram retiradas. Grisham falhou em um teste do detector de mentira em relação ao desaparecimento de Maddie, mas forneceu um álibi.

A polícia cancelou a busca de Maddie, mas a comunidade, incluindo mais de 400 voluntários, persistiu. Uma recompensa foi oferecida; Que foi inicialmente $ 50.000 dólares, mas depois de um tempo essa quantia dobrou. Uma das pessoas que se volutariou foi o próprio Phillips.

O FBI se envolveu no caso. Os investigadores foram distribuídos em torno da cidade, incluindo um jogo local dos Jaguars-Bengals. A série de televisão America’s Most Wanted também se ofereceu para transmitir a história.

 

Caso de assassinato

A busca terminou uma semana após o desaparecimento, quando a mãe de Phillips, Melissa, foi limpar seu quarto, descobrindo que seu pedestal estava ”vazando” agua. Após um exame mais aprofundado, ela descobriu o corpo de Maddie escondido dentro do pedestal da cama de Phillips. Ela correu rapidamente para fora de sua casa e atravessou a rua para pegar a polícia.

Phillips foi preso naquele dia em sua escola. Ele foi mantido em máxima segurança quando fez sua primeira aparição na corte. Determinou-se que a causa da morte de Clifton era de esfaqueamento e de surra com um bastão de beisebol. Phillips afirmou que o evento aconteceu uma tarde quando ele estava sozinho em casa e Maddie veio para sua casa pedindo-lhe para vir para fora e jogar. Como os dois estavam jogando beisebol, Maddie jogou a bola para ele e ele bateu. A bola atingiu o olho da criança 200px-Joshua_Phillipsde 8 anos, fazendo-a sangrar. Phillips afirmou que ele entrou em pânico, temendo o que seu pai faria quando chegasse em casa, e procedeu a arrastá-la para seu quarto e estrangulá-la com um cabo telefônico por aproximadamente 15 minutos. Logo após, bateu-a outra vez com o bastão de beisebol e esfaqueou lhe 11 vezes.

Phillips foi acusado de assassinato de primeiro grau. Seu julgamento foi realizado no condado de Polk devido à enorme quantidade de cobertura da mídia. Ele foi condenado à prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional. Como ele tinha menos de 16 anos, ele não era elegível para a pena de morte sob a lei da Flórida na época.

Enquanto a autópsia não revelou qualquer agressão sexual, corpo de Maddie foi encontrado nu da cintura para baixo.

O assassinato parece ter sido motivado pelo medo de Phillips de seu pai abusivo, que teria ficado muito bravo se ele tivesse encontrado Madelyn dentro de sua casa. Phillips declarou no programa de TV Too Young to Kill: 15 Shocking Crimes que, se ele pudesse levá-la de volta, ele iria, em seguida, caiu em lágrimas.

Phillips atendeu ao instituto da carreira de Blackstone, um programa de aprendizagem à distância, graduando-se com um grau em paralegal em 2007. Trabalha como um paralegal que ajuda a outros internos com seus apelos.

Algum tempo depois do julgamento, os pais de Maddie Clifton, Steve e Sheila Clifton, divorciaram-se após 25 anos de casamento.

Em 2000, o pai de Phillips, Steve, foi morto em um acidente de carro.

 

( Pessoal se vocês quiserem mandar sua creepypasta ou seu relato sobrenatural, só é mandar para esse email wellington@cemiteriomaldito.com)

Obrigador por lerem, até.

Categoria: Serial Killers, Terror



Publicado por: Samuel Pedro

Apelido: Samuel Pedro


Comentar: